ProtesesDentarias.com

A Prótese Dentária sem segredos


 

Tipos de proteses dentárias

Antes de nos referirmos a que tipos de próteses dentárias poderá encontrar, será talvez importante dar-lhe uma noção mais clara do que é afinal uma prótese e então de seguida explicar-lhe de forma mais clara a forma como se classificam.

Uma prótese dentária é o quê afinal?

A prótese dentária é um dispositivo que tem como objectivo único a substituição ou reposição de dentes perdidos e as suas estruturas adjacentes, através de elementos artificiais que permitem-lhe imitar de forma bastante eficaz dentes e até gengivas. São construídas em compósitos e materiais bastante diferenciados, tais como resinas (as chamadas próteses flexíveis), cerâmicas e até metal.

Como têm por objectivo suprir a falta de dentes, a sua função é no fundo a de restituir as funções mastigatórias de forma eficaz e ao mesmo tempo corrigir esteticamente a boca e dentição do paciente. Ao contrário dos implantes dentários, não são a melhor opção estética, mas no entanto são muito mais acessíveis em termos de custos. Também não terão a mesma eficácia em termos da mastigação e até durabilidade dos materiais, mas como havia sido dito, acabam por ser a única escolha quando financeiramente não é possível optar por outro tratamento.

Que tipos de próteses dentárias existem?

Há várias formas de classificar as próteses dentárias, mas poder-se-ão resumir a três:

  • quanto à extensão da prótese;
  • tipo de suporte
  • tipo de fixação.

Passemos então a explicitar mais detalhadamente cada um dos tipos de prótese dentária:

  1. Próteses dentárias segundo a sua extensão. As próteses dentárias podem ser:
    • unitárias – no caso de substituírem por exemplo apenas um dente
    • parciais – as próteses de substituição de 2/3 ou mais dentes
    • totais – quando não há dentição alguma e toda a função mastigatória tem de ser reposta com um dispositivo que o faça para a totalidade da dentição
  2. Tipo de suporte que fixa a prótese dentária
  3. Iremos referir os casos mais comuns de fixação de próteses, pois na realidade, há diversas formas de suportar estas estruturas. As próteses dentárias podem ser suportadas nas estruturas de outros dentes (as chamadas pontes), podem fixar-se à mucosa mastigatória (o caso das chamadas dentaduras), pode também optar-se pela fixação em implantes, as chamadas próteses sobre implantes. Em casos comuns de próteses parciais que têm de eliminar a falta de dentes e lados opostos da arcada dental, é comum optar-se por um misto entre a fixação na mucosa mastigatória e a fixação com a ajuda de dentes remanescentes.
  4. Tipo de fixação: as próteses fixas e as removíveis
  5. A forma mais comum de classificar as próteses dentárias é pelo atributo do tipo de fixação, se se tratam de próteses que se podem retirar no dia-a-dia, as próteses removíveis, ou se pelo contrário são fixas (pelo diversos métodos referidos acima). Para além da fixação estas próteses diferem enormemente pela forma como é efectuada a sua higienização. Se por um lado as próteses removíveis são de uma higienização muito mais fácil, já que a sua remoção permite até desinfectá-las, as próteses fixas podem apenas ser limpas pelo método da escovagem dental comum, estando até de certa forma restrito o uso de fio dentário para quem tem próteses fixas, pois deve ter cuidado suplementares no seu manuseamento.

Tantos tipos de prótese… Qual devo escolher?

Sim, é verdade que existe uma panóplia enorme na classificação de próteses dentárias e tal pode levar a alguns equívocos. Um deles é o de julgar que existe uma infinidade de próteses, na realidade tal não corresponde à verdade. Aliás, por razões diversas, principalmente económicas, grande parte das próteses que os dentistas colocam são as removíveis, falamos das que são vulgarmente conhecidas como dentaduras.

Além disso, é importante referir que para cada caso é aplicada uma prótese mais adequada. E nem sempre é possível dar ao paciente a escolha entre próteses, a opção deve ser feita tomando em conta não só o resultado que pretende o paciente, mas também suas possibilidades económicas e até suas exigências estéticas.
Como vê não é tanto uma questão de escolha da prótese, mas antes uma questão de adequar a prótese certa a cada caso. estéticas. Assim, qualquer profissional de saúde deve demonstrar ao seu paciente os tipos de próteses que este pode colocar, explicar-lhe as vantagens e desvantagens destas e deve acima de tudo ouvi-lo e tentar optar pela solução mais eficaz.

Patrocínios

87 comentários

  1. edna disse:

    tenho um sorriso horrivel e mordo errado uso protese total tem como melhorar com novas proteses ?

    • admin disse:

      Olá Edna

      Sim, basta que ao fazer a nova prótese explique detalhadamente o que pretende e o que lhe desagrada na sua atual prótese.

  2. SOLANGE disse:

    PROTESE DENTAL ZIRCÔNIA OU METAL…QUAL É O MELHOR?

  3. lucileide disse:

    ola preciso um bloco para substituir uma parte do dente que quebrou estou pensando em colocar em metal mais estou com duvidas . pois gostaria de saber como e em metal

    • admin disse:

      Olá Lucileide

      Não aconselhamos restaurações em metal (se forem dentes da frente, pior ainda). Veja as restaurações em compósito, são as que recomendamos.

  4. iraci disse:

    ola…uso dentadura a muitos anos mas numca me acostumei.me cinto mal .poriso em protese fixa.sera que e melhor?me ajuda .obrigado

    • admin disse:

      Olá Iraci

      A prótese fixa é muito mais confortável e tem melhor desempenho em termos funcionais. Resumidamente, é melhor.

  5. Vânia Patricia Santos disse:

    Boa tarde,

    Sou uma jovem com 34 anos e a minha dentição inferior esta preste a ser romovida pois tenho um desgaste nas gengivas o que fez que os meus dentes fossem caindo. Tenho falte de 14 dentes e aconcelharam me a colocar protese dentaria pois os implantes seria um custo muito grande mas tambem me disseram que havia a hipotese de as minhas gengivas virem a ficar mirradas, sera mesmo???? Tenho duvidas pois devo colocar a protese removivel ou esperar??? Alguns dentes ja estao abanar e causa um desconforto muito grande tanto na fala como ao comer e claro nao falando do aspeto que neste momento tenho.

    Obrigado

    • admin disse:

      Olá Vânia

      Sem saber qual o problema exato das suas gengivas é difícil dar uma opinião.
      De qualquer forma, depois das estrações aconselhamos sempre que o paciente espere algum tempo até às gengivas se consolidarem no novo formato, isso garantirá uma melhor adaptação à prótese dentária e em última instância, um maior conforto ao seu usuário.

  6. suymartinn disse:

    HA VINTE ANOS SOFRI ACIDENTE DE MOTO,PERDI OS INCISIVOS FRONTAIS SUPERIORES;usei durante muito tempo protese fixa mas agora tive problemas e a ponte fixa perdeu o efeito tive problema nos suportes que a sustentavam agora uso uma ponte removivel provisoria.gostaria de saber se ha algo mais confortavbel e mais barato que uma ponte fixa???pois nao me sinto nem um pouco segura com a protese atual,pois a presença do palato em resina me incomoda muito…e esteticamente tambem.Sera que ha algum tipo de protese mais confortavel e segura???obrigada aguardo resposta

    • admin disse:

      Olá Suymartinn

      A solução mais indicada para os dentes incisivos é sem dúvida o implante dentário. Havendo falta de recursos para esse tipo de solução, talvez a ponte fixa seja a única forma de substituir os dentes perdidos.

  7. synara disse:

    Olá,
    Tenho alguns dentes faltando, e isso me incomoda bastante. Na parte superior tem dois dentes juntos. E junto a essa falha do lado esquerdo´nãoé dente natural, mas uma coroa. Seria possível colocar uma ponte móvel neste espaço sem nenhum material que tocasse no palato.
    Muito obrigada.

  8. Jaime Alves da Silva disse:

    Olá, meu nome é Jaime e uso próteses removíveis (dentaduras) a superior já conseguí “domá-la” mas a inferior… Uso Pó fixador que às vezes resolve, mas tenho dois problemas: Quando vou mastigar alguma coisa, principalmente os gordurosos, acaba imediatamente o efeito do fixador e ela começa a deslocar na boca. E toda vez que eu vou alimentar tyenho que tirá-la. E perto de alguém??? em uma reunião de familia, de amigos, em um restaurante, por exemplo? Já foi “embasada” várias vezes, mas não adianta. Isso sem contar com o resíduo gel do pó fixador e o excesso de saliva. Arre!!! Por favor me ajudem.
    Um abraço a todos.

    • admin disse:

      Olá Jaime

      Mude de fixador, se isso não resolver, terá provavelmente de substituir essa prótese.

  9. carla disse:

    ola.gostaria de saber ser ficaria muito caro os 4 incisivo central e lateral dentes da frente um implante(uns desse 4 ja quebrou e os outros precisa fazer canal) e 2 de cada lado e segundo molar e primeiro molar arco interior da boca queria muito saber o valor urgentemente.
    muito obrigado..

    • admin disse:

      Olá Carla

      Em primeiro lugar não temos como lhe dar um preço, a única solução é ir em vários dentistas e pedir orçamentos. Em segundo lugar, devemos dizer que para as soluções que você procura, se prepare pois o tratamento não vai ficar barato.

  10. Jedson Cezar disse:

    Fui ao dentista tempos atrás, ele me disse que existe implante quando extraímos os dentes tem como de imediato implantar os dentes todos com apenas alguns pinos….precede essa informação???

Escreva aqui o seu comentário